panelarrow

Como Resolver Equação de Primeiro Grau

Existem formas variadas para resolver equações. A escolha da forma correta geralmente depende do grau da equação que você deseja resolver. As equações mais simples são as de primeiro grau. Quanto maior o grau da equação, mais complexa ela se torna.

Vejamos um exemplo de como equações de primeiro grau! Observe o desenho abaixo:

 

O objetivo é encontrar o peso dessas caixas sinalizadas com x.

Vamos começar dizendo que o problema é uma equação de primeiro grau e a quantidade desconhecida de x representa o peso de uma das caixas (a solução só é possível se todas as caixas tiverem o mesmo peso). Na placa esquerda da balança (1° membro) temos 2x + 500 + 100 e no lado direito (2° membro) temos x + 250 + 500.

O conjunto de números, incógnitas e operações do lado esquerdo é denominado como primeiro membro da equação. E o que está do lado direito é chamado de segundo membro da equação.

Tendo em mente que esta é uma equação de primeiro grau, o método mais comum é isolar a quantidade desconhecida dentro do primeiro membro e, em seguida, vamos encontrar o seu valor. Temos que ressaltar que, no caso da balança, podemos acrescentar ou retirar dos pratos o mesmo peso e eles manterão o equilíbrio. De acordo com a analogia, em uma equação podemos somar ou subtrair ambos os membros por uma constante e sempre obteremos uma equação equivalente. Vamos para solução:

2x + 500 + 100 = x + 250 + 500 ⇔ 1° passo: separar as incógnitas respeitando a regra dos sinais ⇔

2x − x = 250 + 500−500−100 ⇔ 2° passo: realizar as operações ⇔

x = 150

Então, o peso de cada uma dessas caixas é de 150 gramas.

 

A regra prática nestes casos consiste em tomar cuidado em mudar a operação toda vez que um número vai de um membro para outro. Por exemplo, se um número for adicionado no segundo membro, ele irá para o primeiro membro, mas será subtraído e, se um número for multiplicado no primeiro membro, ele será dividido no segundo.